Sunday, August 14, 2022
HomeSporting"Tenho contrato com o Sporting e logo se vê"

“Tenho contrato com o Sporting e logo se vê”

“Tenho contrato com o Sporting e logo se vê”

O extremo cabo-verdiano Jovane Cabral, que na última metade da temporada esteve emprestado à Lazio, lembrou hoje, na Praia, que tem contrato com o Sporting e que, após as férias, vai apresentar-se às ordens de Rúben Amorim.
"Tenho contrato com o Sporting e logo se vê"

“Tenho contrato com o Sporting e logo se vê”, respondeu o extremo internacional cabo-verdiano, quando questionado pelos jornalistas, na cidade da Praia, sobre o seu futuro, durante uma visita à Escola EPIF, onde foi aluno.

Na segunda metade da última temporada, o extremo, que está de férias em Cabo Verde, foi emprestado pelo Sporting à Lazio, de Itália, e é uma das muitas indefinições dos vice-campeões nacionais para a temporada 2022/23.

Jovane informou que regressa sábado a Lisboa e que só a partir daí vai ter o seu futuro definido.

“Vou-me integrar com o Sporting porque tenho contrato com o Sporting. Por isso, o que o Sporting quiser, vou cumprir”, insistiu o jogador, natural de Santa Catarina, interior da ilha de Santiago.

Independentemente do clube que venha a representar na próxima época, Jovane garantiu compromisso e trabalho: “Sempre com o objetivo em mente de ser cada dia mais profissional e mais jogador. O importante é evoluir a cada época”.

Da ida para a Itália a meio da última época, o extremo internacional cabo-verdiano disse que, apesar de não ter sido muito utilizado, foi uma “experiência muito boa” e aprendeu muito com o treinador italiano Maurizio Sarri e com os colegas de equipa.

“Nem sempre se aprende jogando 90 minutos, às vezes precisas daquelas barreiras para seres mais jogador e mais pessoa”, referiu.

Jovane Cabral explicou que respeitou as decisões do técnico italiano.

“Apenas opção (do treinador) e cabe respeitar e continuar a trabalhar como sempre fiz, e acho que ninguém tem nada de mal a dizer do meu comportamento, seja no treino ou no jogo”, sustentou, não fechando, mesmo assim, a porta a um regresso à Itália.

Em março, Jovane Cabral regressou à seleção de Cabo Verde, depois de ter feito a sua estreia ainda em 2017, com apenas cinco minutos de jogo num particular diante do Luxemburgo, que os cabo-verdianos venceram por 2-0.

Nas declarações aos jornalistas, o extremo disse que foi bem recebido e elogiou a juventude e a “garra” do grupo treinado por Pedro Brito ‘Bubista’.

“Espero que consigamos o nosso objetivo a curto prazo que é o apuramento para CAN (Taça das Nações Africanas de 2023) e depois pensaremos em coisas maiores”, traçou.

Cabo Verde está em segundo lugar do grupo B de apuramento para a CAN, com três pontos, atrás do Burkina Faso, líder com seis, e à frente do Togo e Essuatíni, que têm um ponto cada.

Relativamente à visita à Escola EPIF disse que é uma boa sensação, por ser onde aprendeu muitos dos valores da sua vida, não só a nível profissional, como a nível pessoal.

O avançado garantiu que um dos objetivos é ajudar essa escola de futebol de Cabo Verde a ser ainda mais reconhecida a nível mundial e a ter mais jogadores em outros patamares, principalmente na seleção do país.

RELATED ARTICLES

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

- Advertisment -

RECENTES

POPULAR